Nove estados e o DF iniciam análise do CAR

Nove estados e o Distrito Federal já estão prontos para iniciar a análise dos mais de 4,7 milhões de cadastros recebidos pelo Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Sicar).
Amazonas, Acre, Ceará, Goiás, Pará, Paraná, Rio de Janeiro e Rondônia, além do Distrito Federal receberam a chamada implantação assistida do Módulo de Análise, que consiste na capacitação do corpo técnico dos órgãos competentes e na instalação do sistema que automatiza parte do processo.
Expectativa é que até o final do ano todos os estados que utilizam o Sicar já estejam operando a ferramenta.
O Módulo de Análise, desenvolvido pelo Serviço Florestal Brasileiro em parceria com a Universidade Federal de Lavras, visa dar celeridade e segurança para a análise dos cadastros recebidos. Por meio de filtros automáticos, o módulo detecta inconsistências como sobreposições com outros imóveis rurais, com unidades de conservação e terras indígenas, além de identificar áreas embargadas pelo Ibama.
Os cadastros que tiverem inconsistências receberão uma notificação por meio da Central do Proprietário/Possuidor e poderão corrigir ou justificar a pendência detectada.
O prazo final para fazer o CAR vai até 31 de maio de 2018. Os imóveis rurais que não fizerem o cadastro dentro do prazo deixarão de ter acesso aos Programas de Regularização Ambiental (PRA) e outros benefícios previstos no Código Florestal. A partir da data, o recibo do CAR também será obrigatório para os produtores rurais que precisarem acessar a crédito agrícola.

Data: 08/02/2018
Fonte: Serviço Florestal Brasileiro

Últimas notícias