Embrapa traça perfil produtivo da região pantaneira

A grande diversidade ambiental do bioma pantaneiro permitiu que a região passasse por diversos ciclos econômicos em sua história. Durante palestras, reuniões e visitas realizadas no estado de Mato Grosso em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Estado de Mato Grosso (SENAR/MT), representantes da Embrapa Pantanal discutiram as características ambientais e econômicas do bioma com estudantes, técnicos e produtores rurais.
Localizado no centro-oeste, o Pantanal tem cerca de 140 mil km² em sua porção brasileira e 200 mil km ² de extensão total, segundo o pesquisador José Comastri Filho, da Embrapa Pantanal. Ele é dividido em 11 sub-regiões presentes em sete municípios de MT e 16 cidades do MS. Atualmente, sua produção agropecuária conta com a produção agrícola de subsistência na planície pantaneira, agricultura familiar e commodities do agronegócio na parte alta do bioma. A produção pesqueira chega a 2,5 mil toneladas de peixes anualmente. Já a bovina produz cerca de 3,9 milhões de cabeças na planície, com quase um milhão de bezerros e 234 mil bovinos adultos de descarte por ano.

Data: 04/08/2017
Fonte: Embrapa

Últimas notícias