A Voz do Criador

Dilema na desmama

Não só das noivas vive maio, mês em que a grande maioria dos pecuaristas brasileiros realiza a desmama dos bezerros. Muitos ainda optam pelo desmame convencional, outros pelo interrompido, mas será que esses são realmente os melhores para sua fazenda?

Afinal, o que manda na escolha é a tênue linha entre o ganho e a perda de peso dos bezerros em um dos momentos mais críticos da vida desses jovens animais. Ser racional é mais vantajoso? Lado a lado é menos traumático?

Tire todas as suas dúvidas na “Matéria de Capa” desta Revista AG. Imperdível também é a nossa “Entrevista do mês”, na qual o leitor terá acesso a dicas importantes sobre maquinário pecuário, ainda uma incógnita em centenas de propriedades.

Equipamentos dos quais muitos serão utilizados na conservação de forragem, cujo destaque da seção “Feno & silagem” é justamente a silagem de planta inteira, que merece atenção especial em relação ao momento da colheita e do tamanho de partícula.

É alimento garantido ao rebanho e que gera resultados no abate, como poderá ser visto em “O Confinador”, que relata como ajustes na suplementação, a exemplo da recria, podem reverter prejuízos anunciados.

Um ponto crucial é a qualidade de proteína da dieta. Deve satisfazer as necessidades, sem excessos. Quanto maior a quantidade, mais água o gado vai beber, destaque em “Leite”.

Normalmente, essa proteína é servida na forma de alto concentrado ou grãos, e os resultados no acabamento de carcaça são extremamente positivos, assunto que começa a ser abordado na ovinocultura. Leia em “Caprinovinocultura”.

Com uma boa nutrição, cria-se a situação ideal para a “Genética” se manifestar. Não deixe de acompanhar o balanço anual das vendas de sêmen da Asbia. Apesar da crise, houve crescimento, puxado pela grande ascensão da IATF.

Quem não conhece vai ouvir falar dela muito em breve. E o leitor lembra quando aqui nesse mesmo espaço dissemos que teríamos algumas novidades no decorrer do ano? Então, uma já se concretizou.

Estreiamos a coluna “Genômica”, assinada por ninguém menos que o professor José Fernando Garcia, pioneiro nos estudos do genoma bovino. Essa é a oportunidade para elucidar todas as dúvidas que cercam uma tecnologia que, segundo ele, se mostra cada vez mais promissora.

Como só produzir não basta, “Escolha do Leitor” traz à tona a necessidade de o Brasil começar um plano de contingência para o transporte de animais, tema penoso e necessário. Mas não tão espinhoso como o Funrural.

Deixar de recolher vem se tornando uma saída remota, mas o desafio dos produtores, agora, é contornar a cobrança retroativa do período em que o imposto fora considerado inconstitucional. Veja mais em “Tributação”.

A

Boa leitura!