Santo Capim

ESTABELECENDO A PASTAGEM (parte 1)

Santo

Adilson de Paula Almeida Aguiar é zootecnista, investidor nas atividades de pecuária de corte e leite, professor de Forragicultura e Nutrição Animal e Consultor Associado da Consupec - Consultoria e Planejamento Pecuário Ltda.

Aabordagem deste artigo se dará com base nas diferentes etapas de um programa de implantação da pastagem e os procedimentos padrões de cada etapa. Esclareço de início que nem todas as etapas aqui apresentadas farão parte de um programa em todas as situações de implantação da pastagem, mas são as possíveis. O importante é o técnico conhecê-las e ficar atento àquelas que serão realizadas em uma situação específica para então avaliar se os procedimentos padrões de cada etapa serão seguidos e realizados.

Para o desenvolvimento deste artigo foram tomadas como referências as condições climáticas do município de Uberaba, localizado no bioma Cerrado, no Triângulo Mineiro, Estado de Minas Gerais, na latitude S 19º 44’, na longitude W 47º 57’, a 780 metros de altitude em relação ao nível do mar, onde, historicamente, mais de 85% das chuvas são distribuídos entre os meses de outubro e março, com precipitação media anual de 1.589 mm e temperatura de 21,9ºC (Normais Climatológicas..., DNMET, 1992). Em sua região, você deverá conhecer as normais climatológicas para então adequar o programa aqui orientado por mim às realidades daí.

1º) Escolha da área: etapa que deve ser feita no final de uma estação chuvosa (por exemplo, para Uberaba, seria em março), para definir qual área será implantada na estação chuvosa seguinte (novembro/dezembro). É importante definir uma área em que tamanho e formação sejam factíveis com a estrutura de máquinas, implementos, veículos e mão de obra disponível na prop...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!