Sobrevoando

Relações

Toninho Carancho
carancho@revistaag.com.br


Não, não é isso que você está pensando. Não é sobre relações entre pessoas, nem muito menos nenhum texto sobre DR (discutir a relação). O papo é outro.

É sobre algumas relações de valores e preços na pecuária, que nos ajudam a saber se estamos fazendo um bom negócio ou não. Ou pelo menos saber se estamos trabalhando dentro de um valor razoável de negociação.

Porém, quais relações são essas? Sei de algumas, mas peço a ajuda dos meus meia-dúzia de leitores para me ajudarem se souberem de outras (mandem pelo e-mail que consta acima na página).

Uma delas que acho interessante é de o valor de uma vaca de cria ser semelhante ao de uma vaca gorda pronta para o abate. Mas qual o tamanho do bezerro? Qual peso da vaca de abate e da mãe do bezerro? Tamanhos médios normais, bezerros novos. Se o bezerro for maior, grande, podemos pagar mais, mas não pode fugir muito do valor de uma vaca média gorda.

Se o mercado está pagando menos do que essa troca nas vacas de cria, não é um bom momento para essas vendas. Vende as gordas e compra as de cria.

Já falei aqui em outra oportunidade também sobre a relação do valor de uma vaca gorda com uma prancha de surf. Equivalem-se. Se a vaca estiver mais cara, vende uma e compra uma prancha e já aproveita para aprender a surfar. É o meu caso, tô velho, mas quero ver se aprendo no próximo verão.

Touros. Há muito tempo um touro comum era cotado a 40 arrobas. Hoje, isso dá mais ou menos uns R$ 5.600,00. Essa relação muda para touros melhoradores, em que os valores andam por volta do dobro disso, 80 arrobas ou mais. Ou então, um touro comum vale três novilhos gordos. Um novilho gordo de 400 quilos vale uns R$ 1.850,00 x 3 = R$ 5.600,00. Segue exatamente a mesma relação das arrobas. Ou seja, se você acha que está comprando um touro superior e o valor está abaixo das 80 arrobas, i...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!