Leite

Grave problema de simples solução

Leite

Desidratação em bezerras é comum em fazendas de todo o País

Alex de Souza*

O problema de diarreia, seguido de desidratação, em bezerras com menos de 60 dias em regime de dois a três aleitamentos diários é bastante comum em fazendas de leite em todo Brasil e no mundo, sendo associado com mais da metade das mortes de bezerras com menos de 60 dias de vida. Vários fatores podem causar a desidratação, mas a diarreia é certamente um dos principais fatores nessa fase inicial de vida do animal. Contudo, a desidratação tende a ser a maior causadora de mortes em bezerros sob aleitamento, pois bezerros jovens podem perder rapidamente, devido à desidratação, até 10% do seu peso em apenas 1 ou dois dias. Junto com a água, o corpo perde eletrólitos (minerais), que são necessários para manter importantes funções corporais. A perda de eletrólitos e as mudanças no metabolismo da bezerra na tentativa de evitar essas perdas, irão levar a uma condição chamada acidose metabólica que, se não corrigida, poderá leva-la à morte rapidamente. Dessa forma, a desidratação mata uma bezerra rapidamente devido a uma acidose metabólica antes mesmo de possíveis agentes invasores em casos de diarreia como bactérias (Ex: E. Coli e Salmonela), vírus (ex: Rotavírus e Coronavírus) ou ainda parasitas (ex: Coccidiose) intestinais.

A desidratação é comumente letal, pois essa perda rápida e excessiva de fluidos corporais leva o animal a um estado de acidose metabólica decor- Fotos: Divulgação REVISTA AG - 51 rente da função renal reduzida, provocando alterações nas concentrações de íons do plasma e consequente redução do pH. Portanto, em casos de desidratação, o pH plasmático diminuí ao ponto que as membranas celulares começam a liberar Po...

Para ler a matéria completa faça Login
Caso não seja assinante da Revista AG, clique Aqui e Assine Agora!