Agro Giro

 

Aplicativo permite ao produtor acompanhar abate

Pecuaristas em Mato Grosso terão um aplicativo que permitirá acompanhar o rebanho em tempo real durante o processo de abate. A novidade, assim como a presença de um QR Code no selo da carne, que possibilitará ao consumidor a saber a origem do animal, foi apresentada pelo Conselho Deliberativo do Instituto Mato-grossense da Carne (Imac). Testes no sistema de emissão dos selos de qualidade do Imac foram realizados e mostraram 100% de segurança.


Rebanho do MT deve subir 1 milhão de cabeças

O aumento é decorrente da retenção de fêmeas, comprovado pelo recuo de 53.200 vacas enviadas a menos para o abate. Foram abatidos no último ano, em Mato Grosso, 4.785.230 animais. O volume supera em 84.707 cabeças o total de animais encaminhados para a indústria frigorífica mato-grossense em 2015, de 4.700.523 cabeças. Segundo o Indea, foram enviados aos frigoríficos 1.862.192 cabeças de fêmeas e 2.923.038 de machos em 2016. Já em 2015, haviam sido 2.785.111 machos e 1.915.412 fêmeas.


Fundação Agrisus chega aos 2 mil projetos recebidos

Única fundação de direito privado a financiar pesquisas agronômicas no Brasil, a Agrisus chegou recentemente aos dois mil projetos registrados. Prestes a completar 16 anos de existência no próximo mês de abril, a entidade aprovou e apoiou, até agora, 895 solicitações de fomento, sendo 235 pesquisas científicas, 223 bolsas de estudo e 437 eventos.


Bastões marcadores e indutor aumentam prenhez

A Embrapa Pantanal acaba de concluir uma pesquisa sobre o uso de bastões marcadores para auxiliar na detecção do cio e melhorar a prenhez de IATF em vacas de rebanho de corte daquela região. O bastão marcador é uma técnica que constitui a aplicação de tinta colorida na região sacro- -caudal das vacas logo depois da retirada de implantes utilizados na inseminação. O estudo foi validado após outros trabalhos demonstrarem que vacas que expressam cio antes do momento da IATF têm maiores taxas de prenhez.


Sistemas agroflorestais melhoram microclima da fazenda

Sistemas Agroflorestais Biodiversos, (SAFs), proporcionam diferentes benefícios e contribuem com o melhor controle de temperatura, da umidade relativa do ar e da umidade do solo. Por causa disso, a adoção de SAFs proporciona mudanças significativas no microclima de uma propriedade. Os SAFs reúnem cultivos de espécies de árvores nativas ou exóticas madeiráveis, frutíferas, oleaginosas, medicinais, de forma simultânea e no mesmo ambiente.


ABCZ e deputados defendem Pró-genética como política pública

A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) apresentou ao Ministro da Agricultura e Pecuária, Blairo Magi, um projeto para transformação do Pró-genética em uma política pública nacional. Projeto prevê subsídio pelo Governo de 50% do valor dos touros melhoradores para pequenos produtores e possibilitará o financiamento da outra metade do valor.


SP registra aumento de vacinação contra brucelose

Dados do sistema informatizado Gedave, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, mostram que 92,94% das fêmeas bovídeas foram vacinadas durante o ano de 2016. Esse índice é 1,68 pontos percentuais superior ao do ano anterior, que foi 91,26%. Das propriedades cadastradas no sistema, 84,60% vacinaram seus animais durante o ano. O número de fêmeas com idade para receber a vacina contra a brucelose foi de 968.965 cabeças e, desse total, 900.892 foram vacinadas.


Confirmado 2º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio

O evento acontece na capital paulista nos dias 17 e 18 de outubro, e tem como tema central Liderança Globalizada, Empreendedora e Integrada. O Congresso mantém a chancela da Transamerica Expo, que é responsável pela promoção, organização e realização do evento, que tem parceria com a Abag (Associação Brasileira do Agronegócio), e a BioMarketing.