Do Pasto ao Prato

 

TENHO DITO: MUITAS RESPOSTAS ESTÃO NO SUMÁRIO!

Fernando Velloso é médico-veterinário e sócio-proprietário da Assessoria Agropecuária FF Velloso & Dimas Rocha – www.assessoriaagropecuaria.com.br

Estamos ingressando na safra de “Sumários de Touros” e dos leilões de reprodutores taurinos, especialmente no Rio Grande do Sul, a chamada Temporada de Primavera. Para mim (e para nossa empresa), esta é uma época muito atribulada e ao mesmo tempo entusiasmante, pois o assunto “touros”, desde a sua seleção (genética) até a venda (leilões), é o nosso chão. E que “baita chão”, como dizem na Fronteira Oeste do RS.

Neste artigo, vamos avaliar algumas informações do recém-lançado Sumário de Touros Angus – Promebo 2015/2016. Faz exatos dois anos que escrevi neste espaço o artigo intitulado “Creia irmão: a resposta está no sumário” (Set/2013). Hoje, ao revisar esse assunto, vejo que a afirmativa não foi exagerada e que encontraremos muitas respostas nas linhas e colunas desta nova publicação.

A edição 2015/2016 do Sumário de Touros Angus - Promebo traz informações de mais de 540 touros pais com progênie avaliada no Brasil, contemplando touros importados e nacionais. Entre os importados, a predominância é de genética dos Estados Unidos, Argentina e Canadá. Temos, então, a informação de que touros pais produziram os melhores filhos nas condições de produção do Brasil. Outra informação muito importante é a publicação dos “Touros Jovens S.A.” (Superiores para Acasalamento), na qual são listados os melhores touros DECA 1, os animais com melhor desempenho e genética disponível no mercado, neste ano. Fique atento nos nomes desta relação para aquisição de touros e sêmen.

“Contra fatos não há argumentos”, diz o provérbio português e por aqui segue valendo. Vamos fazer uma análise rápida dos dez melhores touros:

Sumário de Touros Angus - Promebo 2015/2016 – reprodutores ordenados por índice final

Genética nacional
Nos touros TOP 10 do sumário, estão sete nacionais, comprovando a importância de avaliar os produtos em nosso ambiente. A lógica de muito valorizar tecnologia (ex: marcadores) e informações (ex: sumários de outros países ou “consolidados”) importados nos leva a menor valorização dos touros nacionais. A liderança dos touros brasileiros no sumário nos indica que temos muito bom material para ser usado e bons rebanhos a serem observados. A adaptação ao ambiente é um tema muito importante e os pais nacionais estão correndo bem essa carreira.

Puros de origem (PO) x Puros controlados (PC)
Os touros PC costumam ser menos valorizados pelo mercado e até rejeitados por alguns produtores e regiões. O sumário novamente nos traz uma resposta importante, pois seis dos dez touros TOP são PC. No campo, já sabemos da grande qualidade e do bom trabalho nos rebanhos PC, mas os dados da avaliação genética servem como prova dos nove, pois mostram objetivamente que os touros PC igualam e até superam o desempenho de muitos pais renomados, grandes campeões e importados.

Rebanhos
Os criadores nacionais que figuram nesta listagem (GAP, Santa Joana, Tradição e Barragem) têm grande identificação e convicção no uso da seleção objetiva, da avaliação genética e dos critérios objetivos para tomadas de decisão em seus plantéis. Não é surpresa encontrá-los por aqui. Se ampliarmos a pesquisa para os TOP 20 ou TOP 30 neste sumário, identificaremos outros rebanhos conhecidos pelo bom trabalho de seleção, tais como Cia Azul, Querência (afixo Inhanduí), S2, Quiri, etc. O pretexto de citá-los não é somente para parabenizá-los, mas para demonstrar através do sumário que aqueles que acreditam e praticam a seleção objetiva melhoram verdadeiramente os rebanhos e os reprodutores.

Idade e touros que “já foram sucesso”
A idade média dos touros TOP 10 é de dez anos: sinal vermelho! Alguns já não estão ativos (produzindo sêmen) ou talvez nem vivos mais. Produzimos os melhores touros em nosso sumário, entretanto, demoramos muito para identificá- los: aí o “cavalo passou encilhado”, pois não estamos conseguindo aproveitar amplamente esse recurso genético e nem alcançar os possíveis ganhos comerciais com essa informação.

Neste ano, é a retomada do Teste de Progênie Angus - Alta/Progen, trabalho técnico que havia sido interrompido em 2009. Essa iniciativa deve ser comemorada, pois será um grande reforço para identificarmos e avaliarmos touros jovens selecionados através do Promebo. Estamos muito orgulhosos de participar dessa empreitada, pois a Assessoria Agropecuária foi convidada a assumir a Coordenação Técnica deste projeto. Vamos, então, para o alto e avante!


Warning: getimagesize(/revistas/ag/imagens/id_388/dopastoaoprato_1.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/a/fb/47/edcentaurus/public_html/edcentaurus/application/controllers/AgController.php on line 441