Brasil de A a Z

 

Mensagens da ExpoGenética. E são várias

Amigos, depois de sair de casa na sexta-feira, dia 14 de agosto, para palestrar e apresentar os touros no dia de campo da UFU (Universidade Federal de Uberlândia); emendar na ExpoGenética, em Uberaba, também em Minas Gerais, com os leilões Mega Touros Matinha, Boi com Bula Premium e Base Genética; de palestrar para os técnicos da ABCZ em 21 de agosto; e nesse meio tempo atender pecuaristas e participar de inúmeras pequenas reuniões e conversas informais com amigos do meio, cá estou, cansado, mas realizado.

Pois é, mais uma ExpoGenética, sem dúvida a maior já realizada. Em um parque Fernando Costa lotado de gado, técnicos e criadores mostraram claramente onde se apresenta a pecuária de resultados, aquela pautada na produção e que hoje representa a ponta ou elite produtiva das 200 milhões de cabeças que fazem da nossa pecuária um caso singular no planeta: pela dimensão, pelos sistemas de produção a pasto e pela genética fundamentada no zebu. Tudo isso se traduz no grande sucesso da maior pecuária bovina do mundo, consequência da competência dos pioneiros e dos criadores atuais, associações e programas de melhoramento que aperfeiçoaram o zebu em terras brasileiras.

Então, vamos às mensagens.

Primeiramente, parabéns à ABCZ. Que feira! Que dinamismo, com representação democrática das centrais de IA, programas de melhoramento, pelo congresso, palestras paralelas, leilões e inúmeros eventos.

Contudo, claro, há o que pode ser melhorado, mas os acertos superaram em muito... O recado para quem só reclama é: vá trabalhar, estudar, discutir ideias e abrir a cabeça para diálogos inteligentes.

A maior crítica vai para o cuidado em não transformar agosto em maio (mês da ExpoZebu). O trato/preparo dos animais deve ser monitorado e, mais do que isso, os conceitos na interpretação de atributos de qualidade nos bovinos devem ser discutidos de forma clara, pautados pela ciência. Os interesses políticos nunca devem sobrepor argumentos técnicos consistentes.

Não foi isso que vimos em alguns momentos importantes da feira e essa prosa tive com competentes técnicos da ABCZ, jurados e técnicos de programas com quem tenho mais afinidade. Da mesma forma, a definição do modelo animal e a evolução dos critérios de julgamento para maio devem evoluir, pois sabemos da importância das pistas de julgamento para o fomento de uma raça.

Touro com números fortes e morfologia funcional também pode ser bonito de raça. Essas qualidades não são antagônicas e um campeão de exposição pode ter biótipo funcional e boas avaliações genéticas. Só depende dos agentes envolvidos nesses processos. Vai o recado: que a política seja inteligente e ande junto com a ciência em prol do melhor para o rebanho do Brasil.

Bem, vamos fechar com um fato muito positivo. Todos ficamos muito satisfeitos com os resultados dos leilões da ExpoGenética, principalmente com o resultado do 3º Leilão Boi com Bula Premium, que, mais que um evento comercial, apresentou um conceito de genética associada à morfologia funcional. O mercado respondeu forte, consolidando um importante projeto do Brasil!

Obrigado e parabéns a todos os que trabalham por uma pecuária produtiva. Valeu!

William Koury Filho é zootecnista, mestre e doutor em Produção Animal, jurado de pista de Angus a Zebu e proprietário da Brasil com Z® – Zootecnia Tropical


Warning: getimagesize(/revistas/ag/imagens/id_388/brasildeaaz_1.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/a/fb/47/edcentaurus/public_html/edcentaurus/application/controllers/AgController.php on line 441