Encontro

 

O CÉU É O LIMITE

Para Alcides Torres, otimismo pode dar o tom na cotação do boi gordo

"Pensamos que a arroba do boi gordo fosse subir em São Paulo no mês de dezembro, em virtude da chegada do 13º salário, entretanto, a cotação se manteve estável, na casa dos R$ 144,00. Já 2015 será um ano ótimo para a pecuária, levando em conta as condições climáticas. Não vejo a possibilidade de queda de preços; o céu é o limite”, prevê Alcides de Moura Torres Júnior, proprietário da Scot Consultoria.

Na reta final do ano passado, Torres comandou um time de primeira linha, formado pelos consultores Alexandre Mendonça de Barros (MBAgro), Décio Zylbersztajn (Pensa/USP), Felipe Miranda (Empiricus Research), Giovana Araújo (Banco Itaú BBA), Gustavo Diniz Junqueira (Sociedade Rural Brasileira) e Sérgio De Zen (Cepea/ESALQ), que juntos promoveram mais uma edição do Encontro de Analistas da Scot Consultoria.

As palavras de Torres resumem bem o desfecho das acaloradas discussões, ordenadas em três blocos distintos: “macroeconomia”, “mercado do boi” e “nichos de mercado para carnes gourmet”. Segundo os especialistas, o Brasil já produz carne de qualidade top, tão saborosa quanto a de restaurantes em qualquer lugar no mundo. Fator que ajudou a pecuária a viver uma “ilha de felicidade” em 2014, o que ainda pode se estender até 2016 ou 2017.

A grande dúvida paira sobre a economia brasileira, entenda-se inflação. “Se o Governo não a controlar, a parcela da população que, recentemente, galgou ascensão econômica amargará uma inflação de dois dígitos, algo extremamente prejudicial ao consumo”, destacaram uníssonos os especialistas. E em momentos de aperto como esse quem paga a conta é o setor primário. De certo, o agronegócio será alvo de futuras taxações diretas e indiretas.

Análise bloco a bloco

Em relação à macroeconomia, de acordo com os palestrantes, ficou evidente que o mercado viu com bons olhos a nomeação do novo Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, porém, há incertezas sobre a real autonomia das mudanças necessárias para colocar o país novamente nos trilhos.O ano já começou com anúncio de aumento da carga tributária sobre combustíveis, IOF e PIS/Cofins (sobre produtos importados).

A expectativa para o mercado do boi gordo é de firmeza para 2015, mas é preciso ficar de olho na economia e nas intempéries que ela pode gerar no consumo de carne. A desvalorização do real frente ao dólar deverá favorecer as exportações de proteína vermelha.

Sobre a qualidade da carne, destaque para a padronização, regularidade, castração, genética e bem-estar animal, atributos essenciais na produção de carne de qualidade. Do lado do consumidor brasileiro, o encontro concluiu que a maciez é a qualidade mais valorizada, ainda muito à frente da suculência e do sabor.

“Do ponto de vista geral, podemos apurar que o Encontro de Analistas trouxe uma equipe excelente e que vive o mercado todo dia. Gente que sente na pele as nuances tanto da macro quanto da microeconomia”, conclui o proprietário da Scot Consultoria.


Warning: getimagesize(/revistas/ag/imagens/id_367/encontro_1.jpg) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/a/fb/47/edcentaurus/public_html/edcentaurus/application/controllers/AgController.php on line 441